MEC elimina 21 candidatos por postarem fotos nas redes sociais

prova_720

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que, até as 15h, 21 candidatos foram eliminados por postar imagem do cartão resposta do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em redes sociais. Algumas fotos foram postadas minutos antes do início da prova.

Pelas regras do Enem, não é permitido o uso de eletrônicos no local de prova e nem postar fotos do exame. Os portões abriram às 12h e o exame começou a ser aplicado às 13h, pelo horário de Brasília. Ao chegar na sala de aula, o candidato é orientado a colocar aparelhos eletrônicos, como celular e tablet, em um envelope lacrado, que deverá ficar embaixo da carteira durante toda a prova. O celular deve estar desligado.

Em uma busca rápida pela palavra Enem nas redes sociais, é possível ver uma série de publicações de fotos e diálogos entre pessoas que supostamente estão fazendo prova. O Inep diz que cada caso será analisado. Um usuário aproveita o celular para tirar uma dúvida: “Gente, rapidinho aqui, alguém lembra a fórmula pra calcular a força de polias duplas?? #ENEM”. Outra usuária fez a postagem com o objetivo de ser eliminada: “Gente, tô aqui no Enem e não sei nada me elimina alguém por favor #meelimina #enem #naoseinada”.

Nessa sexta-feira (25), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, reforçou o alerta sobre uso de aparelhos eletrônicos na prova, o que é proibido. “No ano passado, identificamos usuários em questão de minutos”. Em 2012, 65 candidatos foram eliminados por postarem imagens de fotos da prova e mensagens com conteúdo do exame.

A intenção, explica o ministro, é garantir que os candidatos façam a prova em condições iguais, que não haja vazamento de questões ou de respostas. Além do celular, não é permitido uso de lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borracha, livros, manuais, impressos, anotações e dispositivos eletrônicos.

prova2_720

Neste sábado, mais de 7,1 milhões farão o exame em 1.161 cidades. A prova começou a ser aplicada às 13h, horário de Brasília. Os candidatos terão quatro horas e trinta minutos para fazer o exame. Serão 90 questões de ciências humanas (história, geografia, filosofia e sociologia) e de ciências da natureza (química, física e biologia).

Os gabaritos das provas serão divulgados até o dia 30 de outubro, no endereço www.enem.inep.gov.br. O serviço de atendimento ao cidadão funcionará no final de semana das 8h às 20h, pelo telefone 0800-616161.

Fonte: Agência Brasil

Prouni libera a segunda chamada de bolsistas

O resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) já está disponível para consulta pela internet. Os candidatos pré-selecionados têm até o dia 15 de fevereiro para comparecer às instituições de ensino em que foram pré-selecionados para apresentar a documentação e fazer a matrícula.

Consulte se foi convocado

Nesta edição do programa, os candidatos selecionados para a segunda opção de curso na primeira chamada continuaram concorrendo à vaga indicada como primeira opção, independentemente da matrícula. Caso sejam convocados agora para a primeira opção e optem por nele se matricular, a matrícula anterior será automaticamente cancelada.

Espera

Ao fim do prazo, os candidatos não pré-selecionados ou aqueles pré-selecionados em cursos sem formação de turma podem manifestar interesse em fazer parte da lista de espera. Essa lista será usada pelas instituições particulares de educação superior participantes do programa para a ocupação das bolsas eventualmente ainda disponíveis.

O período para manifestação de interesse na lista vai do dia 22 ao dia 24 próximos. Em seguida, serão feitas duas convocações. A primeira, a partir de 27 de fevereiro, com prazo para comprovação de documentos e matrícula de 28 do mesmo mês até 2 de março. A segunda, em 9 de março, com prazo de 12 a 15 de março.

Neste processo seletivo são ofertadas 195.030 bolsas – 98.728 integrais e 96.302 parciais, de 50% da mensalidade – em 1.321 instituições de ensino superior particulares, entre universidades, centros universitários e faculdades. O MEC não divulgou quantos bolsistas foram convocados nesta segunda chamada.

O Prouni recebeu inscrições de estudantes que cursaram todo o ensino médio em escola pública ou que estudaram em colégio particular com bolsa integral. Também era necessário ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011 e alcançado pelo menos 400 pontos na média das provas objetivas e não ter zerado a redação.

Unifesp divulga lista de aprovados no vestibular misto de 2012

Mais de 16 mil candidatos se inscreveram para o vestibular; abstenção foi de 15,2% (Foto: Vanessa Fajardo/ G1)

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)  divulgou, na manhã desta segunda-feira (30), a lista de candidatos aprovados no vestibular misto da instituição. A relação da primeira chamada e a lista de espera podem ser consultadas no site da universidade (arquivos em pdf).

A matrícula dos candidatos convocados será feita no dia 9 de fevereiro em dois locais:
– Rua Pedro de Toledo, 650 – 1º. andar – Vila Clementino, das 8h às 12h, para os cursos de ciências biológicas, fonoaudiologia e medicina
– Rua Botucatu, 740, Vila Clementino, das 8h às 12h, para o curso de enfermagem
– Rua Arthur Riedel, 275, Eldorado, Diadema, das 16h às 20h, para todos os cursos

Segundo a Unifesp, quem não comparecer no local, horário e data de matrícula perderá o direito à vaga.

Segunda chamada
Os candidatos relacionados na lista de espera devem declarar seu interesse pelas vagas remanescentes para continuar concorrendo às chamadas seguintes. O período de declaração, feito exclusivamente pelo site
http://vestibular.unifesp.br, começa às 16h do dia 6 de fevereiro e vai até as 16h do dia 8. Quem não declarar o interesse será eliminado do processo de seleção.

A Federal de São Paulo ofereceu, pelo sistema misto de seleção, 478 vagas em sete cursos nos campi de Diadema e São Paulo, disputadas por 16.786 candidatos. O curso mais concorrido foi o medicina, com 115,99 candidatos/vaga pelo sistema universal.

Para concorrer a essas vagas, os estudantes tiveram de obrigatoriamente fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que funcionou como primeira fase do vestibular.

Coperve divulga lista de aprovados no vestibular 2012 da UFPB

Conforme previsto no calendário da Comissão Permanente de Vestibular (Coperve), a lista de aprovados no Processo Seletivo Seriado (PSS) 2012 da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) foi divulgado nesta quarta-feira (25). No entanto, a lista completa dos classificadosdivulgada pelo órgão e distribuída com a imprensa veio incompleta. Segundo o presidente da Comissão, a falha aconteceu devido a um problema no Núcleo de Informática da UFPB, que já está trabalhando para solucionar o caso.

A equipe do G1 Paraíba compilou os nomes divulgados em cada uma das listas divididas por letras. Para acessá-la clique aqui.

Por hora, a única forma confiável, segundo João Lins, é a consulta feita buscando pela primeira letra do nome do candidato que está disponível no site da Coperve.

Mais de 42,5 mil pessoas se inscreveram no PSS-2012 para concorrer às 6.240 vagas oferecidas pela Universidade Federal da Paraíba. As provas foram aplicadas em duas etapas. A primeira ocorreu nos dias 20 e 21 de novembro de 2011, e a segunda em 18 e 1 9 do mês seguinte.

Os aprovados devem providenciar a documentação necessária para fazer o cadastramento obrigatório da instituição, que ocorrerá entre os dias 31 de janeiro e 8 de fevereiro. “Quem perder esse prazo, ainda terá uma segunda chance nos dias 9 e 10 de fevereiro, quando será feito o cadastramento dos retardatários. Agora, quem perder esses dois prazos, perderá o direito à vaga conquistada no PSS-2012”, alertou o presidente da Coperve, João Lins.

Os candidatos aprovados devem comparecer ao local de cadastramento, portando a Ficha de Cadastro Individual preenchida, além do original e a cópia autenticada dos seguintes documentos:

carteira de identidade, CPF, certidão de nascimento ou de casamento, comprovante de votação na eleição de 2010 para maiores de 18 anos, prova de quitação com o Serviço Militar para os brasileiros do sexo masculino maiores de 18 anos, certificado de conclusão do Ensino Médio ou de curso equivalente ou diploma de curso de graduação em curso superior no caso de candidato classificado pela concorrência geral, certificados de conclusão e históricos escolares do Ensino Fundamental e Médio no caso de candidato classificado na modalidade de reserva de vagas e laudo médico no caso de candidato classificado em vaga reservada a pessoa com deficiência.

De acordo com a Coperve, foram eliminados do PSS 6.346 mil candidatos, por falta, ter tirado zero ou estar portando celular no dia da prova. Já 6.199 candidatos se classificaram e 91 vagas ficaram como remanescentes.

A segunda lista com novos candidatos classificados ou remanejados de período será conhecida no dia 17 de fevereiro. Os aprovados nessa listagem deverão realizar o cadastramento nos dias 22, 23 e 24. Já as inscrições para reopção de curso ocorrerão entre os dias 23 e 26 de fevereiro.

Justiça nega pedido para que a nota da redação do Enem fosse desconsiderada no Sisu

A Justiça Federal do Ceará negou o pedido do procurador da República Oscar Costa Filho para que as notas da redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2011 não fossem utilizadas no Sisu (Sistema de Seleção Unificada). O juiz Leonardo Resende Martins considerou “extremamente nociva a exclusão da nota da redação do cômputo geral do resultado no Enem, inclusive para fins de inscrição no Sisu”.

No pedido, feito nesta segunda-feira (2), o procurador argumentava que a nota da redação e as notas das provas objetivas não podem ser combinadas numa mesma seleção porque utilizam diferentes metodologias de cálculo.

Segundo a decisão do juiz, “subtrair da Administração Pública a possibilidade de avaliar tais competências, a pretexto de que o critério é imperfeito por não estar a prova de redação submetida à TRI, causaria grave prejuízo à política educacional e – isto sim – ofenderia o princípio da proporcionalidade”.

Mudança na nota

Um estudante de São Paulo teve a nota da redação do Enem 2011 alterada de zero para 880 após pedir a revisão da prova na Justiça. Desde que o novo formato do Enem foi adotado, essa é a primeira vez que um candidato tem a nota revista.

Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, o MEC (Ministério da Educação) diz que não houve erro, já que “cada prova é corrigida, automática e obrigatoriamente, por dois corretores, de forma independente, sem que um conheça a correção feita pelo outro”. Em caso de discordância em até 300 pontos (de zero a mil), “um terceiro examinador” atribuirá nova nota, “que prevalecerá sobre as anteriores”.

Estudante recorre à Justiça e consegue revisão de nota no Enem

Um estudante de São Paulo conseguiu mudar a nota da redação no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de zero para 880 após pedir a revisão da prova na Justiça. É a primeira vez que um candidato consegue a revisão desde o novo formato do exame.

A informação é da coluna Mônica Bergamo publicada na edição desta quarta-feira daFolha. A coluna completa está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

O MEC diz que não houve erro, já que “cada prova é corrigida, automática e obrigatoriamente, por dois corretores, de forma independente, sem que um conheça a correção feita pelo outro”. Em caso de discordância em até 300 pontos (de zero a mil), “um terceiro examinador” atribuirá nova nota, “que prevalecerá sobre as anteriores”.

Foi o que ocorreu com o candidato que conseguiu a revisão da nota: o terceiro corretor também havia considerado que o estudante fugiu do tema. Com isso, a única alternativa era recorrer à Justiça. A questão nesse caso é reaberta e a nota pode ser revista por um conselho do consórcio que aplica a prova.

O caso do jovem da escola Lourenço Castanho, no entanto, é único: de 28 demandas judiciais pedindo revisão em 2010, nenhuma foi concedida, diz o MEC. Neste Enem, já são 16 ações –e só este caso foi revisto até agora.