Invasão? Chelsea ‘leva’ estádio a Yokohama e conquista japoneses

loja Chelsea produtos Yokohama (Foto: Cahê Mota / Globoesporte.com)

Ao contrário do Corinthians, que está abraçado por milhares de fanáticos vindos do Brasil, os Blues contam com o apoio de poucos torcedores londrinos no Japão. Para não ficar abandonado, o clube apelou para o marketing e “levou” o Stamford Bridge para Yokohama. A estratégia, somada à alta popularidade do elenco na Ásia, deu certo e os ingleses são, indiscutivelmente, os queridinhos do torcedor japonês.

Os torcedores que passam pelo “Stamford Bridge japonês” ainda preenchem um formulário para receberem informações do Chelsea, ganham um chaveiro para pendurar no pescoço de brinde e ainda podem deixar mensagens para os jogadores em um mural. Esta não é a única ação de marketing do clube especialmente para o Mundial de Clubes. Um loja oficial também foi construída na Marinos Town, local de treinamentos dos Blues, e faltando dois dias para decisão tem grande parte dos produtos esgotados.

loja Chelsea produtos Stamford Bridge Yokohama (Foto: Cahê Mota / Globoesporte.com)Stamford Bridge em miniatura faz a alegria dos fãs nipônicos (Foto: Cahê Mota / Globoesporte.com)

O sucesso de vendas confirma a “adoção” dos Blues por parte dos japoneses. Se o assédio e o frenesi não são tão grandes quanto o Barcelona em 2011, é evidente a preferência pelos ingleses. No hotel onde a delegação está hospedada, no bairro de Minato Mirai, a vigília por autógrafos e fotos é constante. O contato entre jogadores e torcida, por sua vez, é pequeno, acontece apenas no trajeto entre o saguão e o ônibus para treinamentos e jogos.

Chama a atenção o fascínio dos japoneses por Fernando Torres, o mais procurado. Ainda pouco badalado no Brasil, o belga Hazard também está entre os preferidos, em lista que conta ainda com Oscar e “Daviro Ruiz” (David Luiz na pronúncia dos japoneses). Jogador mais antigo do elenco, Frank Lampard não fica atrás e foi o mais ovacionado na partida contra o Monterrey. De volta ao time após dois meses, por conta de uma lesão na coxa, o camisa 8 foi muito aplaudido ainda no primeiro tempo, quando iniciou aquecimento.

Com informações do GE

Anúncios

faça já seu COMENTÁRIO!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s