POLÊMICA: Em resposta a ONG, consórcio divulga fotos de obras de Belo Monte

foto4_antes-horz

A Norte Energia, empresa responsável pela construção e futura operação da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará, divulgou nesta sexta-feira (27) imagens das obras do empreendimento realizadas na região de Altamira.

A ação é uma resposta à organização ambiental Greenpeace, que distribuiu nesta quinta-feira (26) fotos aéreas que mostram o impacto da construção na região. As fotos divulgadas pela empresa foram feitas entre janeiro de 2011 e janeiro de 2012. Já os dois sobrevoos do Greenpeace foram realizados em janeiro e em abril de 2012.

A empresa afirma que parte da área que abrigará o complexo hidrelétrico já estava desmatada antes mesmo do início da instalação dos canteiros e das barragens, em 2011 e 2012, respectivamente.

As imagens do consórcio mostram áreas de pastagem e fazendas próximas à região denominada “Volta Grande do Xingu” que, segundo a Norte Energia, foram adquiridas pela empresa após já terem sido “antropizadas” (quando a vegetação nativa foi removida para dar lugar a atividades agrícolas). A Norte Energia diz que 60% da área ocupada por Belo Monte está desta forma.

Imagem de agosto de 2011 mostra área onde seria implantado o sítio Belo Monte. Área margeia a BR-230 (Transamazônica) e o Rio Xingu. Segundo a Norte Energia, região já estava desmatada. (Foto: Divulgação/CCBM)Imagem de agosto de 2011 mostra área onde seria implantado o sítio Belo Monte. Área margeia a BR-230 (Transamazônica) e o Rio Xingu. Segundo a Norte Energia, região já estava desmatada. (Foto: Divulgação/CCBM)

Mesma região após a instalação do canteiro do Sítio Belo Monte, em janeiro de 2012. (Foto: Divulgação/Regina Santos/Norte Energia)Mesma região após a instalação do canteiro do Sítio Belo Monte, em janeiro de 2012. (Foto: Divulgação/Regina Santos/Norte Energia)

Outra imagem mostra o antes e depois da implantação do Sítio Belo Monte, um dos principais canteiros e onde será instalada a casa de força principal da usina.

Estimativa da companhia é que serão desmatados até 175 km² de florestas da Amazônia, uma área equivalente ao tamanho da cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte, que tem 167 km² de acordo com o Instituto

Perspectiva divulgada pela Norte Energia de como ficará a Casa de Força principal da usina de Belo Monte (Foto: Divulgação/Norte Energia)Ilustração divulgada pela Norte Energia de como ficará a Casa de Força principal da usina de Belo Monte quando a obra estiver pronta. (Foto: Divulgação/Norte Energia)

globo.com

Anúncios

faça já seu COMENTÁRIO!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s